Pesquisar no site

Contato

Comissão Organizadora

(27) 8116-6123 - Leonel

enafisio@gmail.com

O Espírito Santo

 

Informações Gerais

Área: 46.077,5 km2
Representando 0,54% do território brasileiro.

Municípios: 78.

Capital: Vitória

Naturalidade: Capixaba

Localização: Porção oriental da Região Sudeste.

Limites:
Norte: Estado da Bahia
Leste: Oceano Atlântico
Sul: Estado do Rio de Janeiro
Oeste: Estado de Minas Gerais

Hora Local: A mesma em relação a Brasília.

Relevo:
Seu território compreende duas regiões naturais distintas: o litoral - que se estende por 400 km - e o planalto. Ao longo da costa Atlântica encontra-se uma faixa de planície que representa 40% da área total do Estado, e à medida que se penetra em direção ao interior, o planalto dá origem a uma região serrana, com altitudes superiores a 1.000 metros, onde se eleva a Serra do Caparaó ou da Chibata. Nesta região encontra-se o Pico da Bandeira, com 2.890 metros de altura, o terceiro mais alto do País e o mais alto do Estado.

Clima:
O clima do Estado do Espírito Santo é tropical úmido, com temperaturas médias anuais de 23ºC e volume de precipitação superior a 1.400 mm por ano, especialmente concentrada no verão.

Hidrografia:
Na hidrografia, o rio Doce, que nasce no Estado de Minas Gerais e tem 944 km de extensão, é o mais importante do Estado. No entanto, também se destacam os rios São Mateus, Itaúnas, Itapemirim, Jucu, Mucurí e Itabapoana.

Vegetação: Floresta tropical, vegetação litorânea.

Colonização: Portugueses, holandeses, alemães e italianos.

População: 3.351.669
(Fonte: IBGE 2007 - IJSN)

Taxa de crescimento geométrico da população residente:
1,96 (Período 1991 a 2000)
1,13 (Período 2000 a 2007)
Fonte: IBGE / IJSN

População acima de 60 anos: 250.196
(Microdados do Censo 2000. Fonte: IBGE / IJSN)

Expectativa de Vida: 73,7
Fonte: IJSN

A Origem do Termo Capixaba

Segundo os estudiosos da língua tupi, capixaba significa, roça, roçado, terra limpa para plantação. Os índios que aqui viviam chamavam de capixaba sua plantação de milho e mandioca. Com isso, a população de Vitória passou a chamar de capixabas os índios que habitavam na região e depois o nome passou a denominar todos os moradores do Espírito Santo.

Vitória, uma declaração de amor

Vitória, uma declaração de amor Vitória, cidade querida, eu sou aquela tímida menina que um dia te encontrou na esquina da vida e ficou enamorada, presa a ti, cidade amada.

Enfeitiçada.

Para sempre simplesmente.

Apaixonei-me pelo teu sol tão quente que aqueceu todo meu ser e me fez crescer entre o amor da tua gente.

Apaixonei-me pelas tuas praias morenas, pelo teu mar de águas serenas, pelo teu vento nordeste sempre a soprar levando minha alma a navegar.

Apaixonei-me pela Praia do Canto, meu ninho.

Meu encanto.

Abrigo de tantas lembranças guardadas num coração de criança.

Em teu colo me enamorei, casei.

Filhos, com amor pari. Cantei, chorei, sorri, embalei sonhos, venci! Vivi tantas primaveras, lutei, amei, sofri, criei raízes profundas.

Hoje, chegou o outono, primavera lá trás.

Ah! Minha Vitória querida!

Eu sou aquela tímida menina que cruzou contigo numa esquina sombreada por acácia cor-de-rosa, salpicada por pétalas mimosas de um tempo que não volta mais!

Se quiser me encontrar procure um barquinho amarelo carregado de recordações nas águas do seu mar!

Eu sou aquela menina tímida de cabelo liso, de largo sorriso, que veio do interior.

 

Carmen Vervloet

 

Todas as informações contidas aqui, foram retiradas do site http://www.es.gov.br/.